quinta-feira, 7 de maio de 2009

Star Trek, mais uma Geração…

Amanhã é a estréia do mais novo filme de J.J. Abrams.

ENTERPRISE-PHOTONSStar Trek é um marco na história, pois abriu precedentes para as loucuras nerds/geeks/otakus. Foi com essa antiga série que surgiu a moda de se realizar Convenções, Encontros, Cosplays, desenvolver Universo Expandido, e outras coisas; não criou mais malucos que confundem ficção com realidade, mas reuniu uma boa parcela deles.

Também influenciou muitos inventores e de certa forma ajudou a desenvolver: Celular, Palm, Lâmina-Laser e Propulsão Iônica (é o sistema de locomoção da Entreprise que foi aplicado numa sonda da NASA em 2007, a sonda Dawn) !!!

Falando nas influências da série, não posso deixar de comentar que também colaborou para o upgrade do Joquempô com a série The Big Bang Theory, e tornou o jogo muito mais interessante, acompanhe:

jakenpoTesoura corta o Papel que cobre a Pedra que esmaga o Lagarto que envenena Spock que destrói a Tesoura que decapita o Lagarto que come o Papel que refuta Spock que vaporiza a Pedra que amassa a Tesoura”.

big-bang-theory-reduzido1Alias, parece que os roteristas de The Big Bang Theory plagiaram o jogo desse site: http://www.samkass.com/theories/RPSSL.html.

Alias, “Alias” também é uma série criada por J.J. Abrams.

Para quem não sabe, Spock é uma espécie de meio elfo alienígena e sua terra média natal é um planeta conhecido como Vulcano, nome também dado à sua raça nesse universo. Sua principal característica (além das orelhas pontudas) é a super valorização da lógica e da razão em sobreposição às emoções.

Star Trek, a série, surgiu em 1966 e durou até 1969 (3 temporadas) mas tornou-se assombrosamente popular apenas depois de terminar. E assim, a série clássica gerou mais 4 séries (Star Trek: A Nova Geração 1987-1994, Star Trek: Deep Space Nine 1993-1999, Star Trek: Voyager 1995-2001, Star Trek: Entreprise 2001-2005) e 10 filmes.

O que havia de tão interessante nessa série? As metáforas filosóficas e a utopia do universo! Por exemplo: A ponte de comando da Enterprise era formada por um russo, um japonês, uma negra e um vulcaniano quando estreiou a série em plena Guerra Fria, além de ser uma época opressora contra negros e mulheres. Assim, temos em Star Trek uma sociedade igualitária e pacífica.

Também sabemos que a maioria das doenças e dos problemas sociais foram resolvidos e a humanidade pôde se dedicar a explorar o espaço. Entretanto, leva consigo ideais modernos como os de democracia, tolerância a diversidade e a primazia da razão e do conhecimento científico ante a intolerância e o fanatismo místico.

E o que teremos agora? Um reboot de Star Trek!

Estou ansioso para conferir o resultado, mas confeso que temo que seja uma versão teen da série. Sei que mudanças são necessárias para tornar o universo de Star Trek mais interessante para o público de hoje, mas sinceramente espero que não façam disso um “American Pie no Espaço”. Muita coisa ruim já foi feita para esse universo e espero que esse filme não seja mais uma.

spock

Vida longa e Próspera!

Nenhum comentário:

Postar um comentário