sábado, 28 de fevereiro de 2009

Ninguém veio do Macaco…

…apesar da semelhança de uns e equivalência intelectual de outros, Darwin nunca disse que o Homem “veio” do Macaco. Esse argumento foi utilizado pelos cristãos de seu tempo para ridicularizar sua Teoria da Evolução. E, qualquer pessoa com um mínimo de inteligência e conhecimento sabe que o Homem não surgiu de um macaco.

darwin-32 No último dia 12 de Fevereiro comemorou-se 200 anos do nascimento de Darwin e, por isso, muitas reportagens e matérias foram publicadas sobre o dito cujo e seu legado. Porém aproveitaram-se, também, desse momento as Igrejas usurpadoras que pregam a ignorância e a intolerância.

Mas uma publicação em especial me chamou a atenção e devo comentar algumas de suas artimanhas maldosas que servem para confundir e ludibriar o leitor.

Até meados do século 19 ninguém tinha qualquer dúvida de que o homem e todas as e spécies existentes foram criados como são, sem terem sofrido algum tipo de transformação. Mas, em 1859, abriu-se uma polêmica alimentada até aos dias de hoje: a teoria de Charles Darwin, que como o nome indica, é uma teoria, uma hipótese, embora cercada de supostas evidências lançadas por Darwin, cujo bicentenário de nascimento é lembrado neste ano. Tanto tempo e as ideias dele ainda causam alvoroço, por apontar que o ser humano, tal como é hoje, descende do macaco e, portanto, tem origem num animal selvagem. Talvez por isso, a teoria esteja tão longe de ser uma unanimidade.

É para este parágrafo que lhes chamo a atenção. O texto inicia-se quase como um conto de fadas: “Era uma vez uma época linda, quando todos eram cristãos pecadores, penitentes e cheios de certezas, quando surgiu um bruxo malvado que tentou destruir a pureza de todos”. Em seguida junta as palavras Teoria e Hipótese como se fossem sinônimos; que seguindo esse raciocínio poderiamos dizer que a Teoria da Gravidade é também apenas uma teoria, uma hipótese.

atbash-charles-darwin-ape Agora dizer que o Homem descende do Macaco, é um absurdo. Nós continuamos a ser o mesmo bicho de sempre, porém com as devidas transformações evolutivas. Não foi um macaco (desses que conhecemos hoje) que de uma hora para outra passou a caminhar ereto, perder pêlos e pensar. Havia uma espécie específica de animais semelhante aos macacos (assim como somos parecidos com eles nos dias de hoje) que evoluiu de uma maneira única, assim como todos os outros seres vivos do planeta, e acabou por desenvolver a todos nós.

Mas o ponto crucial é que: Evoluir não significa Progredir e é isso que incomoda mais o pensamento religioso. Para os religiosos o Ser-Humano precisa ser superior aos outros animais pois foi criado a imagem e semelhança de Deus. Arrogância e Prepotência deveriam ser pecado!

No texto ainda há muitos outros momentos que se percebe a clara intenção de enganar o leitor. O autor afirma que que os cientistas que acreditam na Teoria de Darwin são um grupo reduzido! Apesar da Teoria já estar estabelecida no meio científico, o autor trata a teoria como se fosse uma construção do pensamento religioso baseada na crença (como o Criacionismo). Você pode não “acreditar” na Teoria da Evolução, mas se tratando de ciência, não há uma outra teoria tão bem sucedida.

Para finalizar, pense que a diferença de nosso DNA para o DNA de um Chimpanzé é de 1,6% e isso é menos do que a diferença genética de um Elefante Africano para um Elefante Asiático, sendo que ambos são evidentemente Elefantes! Alguém discorda?

Esse assunto continuará no futuro…

2 comentários:

Garfield disse...

Eu conheço um cara que veio do macaco com uma puta dor no traseiro!

aUHUHauH

The Owl disse...

Acho que o medo da mudança de ideais acaba gerando manipulações ridículas desse tipo - entre outras coisas piores.

bem legal seu blog!

Postar um comentário