quarta-feira, 28 de maio de 2008

Watchmen - Quem vigia Zack Snyder?

Watchmen é uma das obras mais importantes no universo dos HQs. Quem leu sabe! Escrita por Alan Moore e ilustrada por Dave Gibbons, foi editada entre 1986 e 1987. Recebeu muitos prêmios (de HQ e de Literatura) e ainda encontra-se na lista dos 100 Melhores Romances eleitos pela Revista Time.

Para as HQs representa uma mudança temática no universo, introduziu conflitos psicológicos e relacionamentos inter-pessoais bastante complexos, sem contar o pano de fundo e toda a contextualização da história. Possue uma perspectiva adulta sobre o tema Super-Heróis, gênero até então predominantemente para Jovens.

minutemen

A colocação da história nos Quadros, a edição e diagramação, também foi planejada milimetricamente. Vide Capítulo 5: Temível Simetria. Cada ilustração possue uma riqueza de detalhes incrível.

Ozymandias Depois de tudo isso, assusta-me um pouco o projeto do filme de Zack Snyder. A caracterização de alguns personagens (Ozymandias em especial) não ficou nada boa. A história paralela "Tales of the Black Freighter (Contos do Cargueiro Negro)" será feita em estilo Anime, o que já contradiz a intencionalidade da história em seu contexto (tanto a homenagem quanto a mensagem). E claro, não caberá no filme, será apenas um extra.

A foto acima dos Minutemen, com certeza ficou muito boa, mas ainda não sabemos como será utilizada no filme.

Será que apenas um filme é capaz de transmitir toda riqueza da história? Dúvido muito. Todos os flashbacks, todas as perspectivas de personagens, Dr. Manhattan???

Essa será uma adaptação muito difícil. Imagino que na melhor das hipóteses será como "V de Vingança", quem não conhecia antes: adorou, mas quem já era fã: odiou.

Quando será que alguma obra de Alan Moore será bem adaptada para as telas? Do Inferno, A Liga dos Cavalheiros Extraordinários, Constantine, V de Vingança... até agora nada se salvou!

De qualquer forma, só nos resta aguardar até 06/Março/2009 e conferir Watchmen.

Informações e Imagens retiradas do: Cinema em Cena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário