segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

E o Oscar foi para...

Acabou o Oscar...

Com poucas surpresas, os principais prêmios foram para quem já estava previsto, segundo a maioria dos críticos e a mídia.
Acho que as maiores surpresas se deram nos Oscars técnicos: Edição de Som, Mixagem de Som e Efeitos Especiais, onde era certo que "Transformers" levasse o prêmio. E felizmente não ganhou nenhum. "Transformers" pode ser um ótimo filme nestas categorias, mas como um todo é péssimo; tão ruim que não merecia ser premiado nem por aquilo que soube fazer bem. Seu mau anulou o bom!
E "O Ultimato Bourne" levou 3 Oscars (2 roubados do "Tranformers")!!! Muito boa surpresa; é um excelente filme.
E, destaque também para o apresentador: John Stewart. Um pouco tímido ainda, mas espero vê-lo nos próximos anos.
Bom... vejamos os vencedores (em Negrito):

Melhor Filme
"Onde os Fracos Não Têm Vez" - (Miramax and Paramount Vantage)
"Sangue Negro" - (Paramount Vantage and Miramax)
"Desejo e Reparação" - (Focus Features)
"Juno" - (Fox Searchlight)
"Conduta de Risco" - (Warner Bros.)

Melhor Diretor
Ethan e Joel Coen ("Onde os Fracos Não Têm Vez)
Paul Thomas Anderson ("Sangue Negro")
Jason Reitman ("Juno")
Julian Schnabel ("O Escafandro e a Borboleta")
Tony Gilroy ("Conduta de Risco")

Melhor Ator
Daniel Day Lewis ("Sangue Negro")
George Clooney ("Conduta de Risco")
Viggo Mortensen ("Senhores do Crime")
Tommy Lee Jones ("No Vale das Sombras")
Johnny Depp ("Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet")

Melhor Atriz
Marion Cotillard ("Piaf - Um Hino ao Amor")
Julie Christie ("Longe Dela")
Laura Linney ("The Savages")
Ellen Page ("Juno")
Cate Blanchet ( "Elizabeth: A Era de Ouro")

Melhor Roteiro Original
"Juno" - Diablo Cody
"Conduta de Risco" - Tony Gilroy
"Lars and the Real Girl" - Nancy Oliver
"Ratatouille" - Brad Bird
"The Savages" - Tamara Jenkins

Melhor Roteiro Adaptado
"Onde os Fracos Não Têm Vez" - Ethan & Joel Coen
"O Escafandro e a Borboleta" - Ronald Harwood
"Desejo e Reparação" - Christopher Hampton
"Longe Dela" - Sarah Polley
"Sangue Negro" - Paul Thomas Anderson

Melhor Filme Estrangeiro
"The Counterfeiters" (Stefan Ruzowitzky - Áustria)
"Mongol" (Sergei Bodrov - Cazaquistão)
"Beaufort" (Joseph Cedar - Israel)
"Katyn" (Andrzej Wajda - Polônia)
"12" (Nikita Mikhalkov - Rússia)

Melhor Atriz Coadjuvante
Tilda Swinton ("Conduta de Risco")
Amy Ryan ("Gone Baby Gone")
Cate Blanchett ("Não Estou Lá")
Ruby Dee ("O Gângster")
Saoirse Ronan ("Desejo e Reparação")

Melhor Ator Coadjuvante
Javier Bardem ("Onde os Fracos Não Têm Vez")
Casey Affleck ("O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford")
Philip Seymour Hoffman ("Jogos do Poder")
Hal Holbrook ("Na Natureza Selvagem")
Tom Wilkinson ("Conduta de Risco")

Melhor Direção de Arte
"Sweeney Todd - o Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet"
"Sangue Negro"
"Desejo e Reparação"
"O Gângster"
"A Bússola de Ouro"

Melhor Fotografia
"Sangue Negro"
"Onde os Fracos Não Têm Vez"
"O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford"
"Desejo e Reparação"
"O Escafandro e a Borboleta"

Melhor Figurino
"Elizabeth: A Era de Ouro"
"Desejo e Reparação"
"Piaf - um hino ao amor"
"Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet"
"Across the Universe"

Melhor Edição
"O Ultimato Bourne"
"Onde os Fracos Não Têm Vez"
"O Escafandro e a Borboleta"
"Sangue Negro"
"Na Natureza Selvagem"

Melhor Maquiagem
"Piaf - Um Hino ao Amor"
"Norbit"
"Piratas do Caribe - No Fim do Mundo"

Melhor Trilha Sonora Original
"Desejo e Reparação" (Dario Marianeli)
"O Caçador de Pipas" (Alberto Iglesias)
"Conduta de Risco" (James Newton Howard)
"Ratatouille" (Michael Giacchino)
"3:10 to Yuma" (Marco Beltrami)

Melhor Canção Original
"Falling Slowly" (Glen Hansard e Marketa Irglova - "Once")
"Happy Working Song" (Alen Menken e Stephen Schwartz - "Encantada")
"So Close" (Alan Menken e Stephen Schwartz - "Encantada")
"That's How You Know" (Alan Menken e Stephen Schwartz - "Encantada")
"Raise It Up" (Autor a ser determinado - "August Rush")

Melhor Edição de Som
"O Ultimato Bourne"
"Transformers"
"Ratatouille"
"Onde os Fracos Não Têm Vez"
"Sangue Negro"

Melhor Mixagem de Som
"O Ultimato Bourne"
"Onde os Fracos Não Têm Vez"
"Ratatouille"
"3:10 to Yuma"
"Transformers"

Melhor Efeito Especial
"A Bússola de Ouro"
"Transformers"
"Piratas do Caribe - No Fim do Mundo"

Melhor Filme de Animação
"Ratatouille" (Brad Bird)
"Persépolis" (Marjane Satrapi and Vincent Paronnaud)
"Tá Dando Onda" (Ash Brannon and Chris Buck)

Melhor Animação de Curta-Metragem
"Peter and the Wolf"
"I Met the Walrus"
"Madame Tutli-Putli"
"Meme Lês Pigeons Vont au Paradis"
"My Love"

Melhor Documentário
"Taxi to the Dark Side" - Alex Gibney and Eva Orner
"No End in Sight" - Charles Ferguson and Audrey Marrs
"Operation Homecoming: Writing the Wartime Experience" - Richard E. Robbins
"Sicko - SOS Saúde" - Michael Moore and Meghan O’Hara
"War/dance" - Shine Global e Fine Films Production

Melhor Documentário de Curta-Metragem
"Freeheld"
"La Corona"
"Salim Baba"
"Sari's Mother"

Melhor Curta-Metragem
"Le Mozart des Pickpockets"
"At Night"
"Il Supplente"
"Tanghi Argentini"
"The Tonto Woman"
========================

E ficou assim:
04 Oscars: "Onde os Fracos não têm vez";
03 Oscars: "O Ultimato Bourne";
02 Oscars: "Sangue Negro"; "Piaf - Um Hino ao Amor";
01 Oscar: "Juno"; "The Counterfeiters"; "Conduta de Risco"; "Sweeney Todd - O Barbeiro demoníaco da Rua Fleet"; "Elizabeth - A Era de Ouro"; "Desejo e Reparação"; "Falling Slowly"; "A Bússola de Ouro"; "Ratatouille"; "Peter and the Wolf"; "Taxi to the Dark Side"; "Freeheld"; "Le Mozart des Pickpocktes".

Por fim, o Oscar é uma grande lista de filmes muito bem produzidos que vale a pena serem vistos. Para os não Xiitas (aqueles que criticam todos os filmes americanos, sem saber do que se trata) é uma boa oportunidade de conhecer alguns bons filmes que não foram vistos antes.
É claro que nem sempre o que levou o Oscar coincide com aquele que gostaríamos, mas essa é uma eleição bastante parcial (como qualquer outra). Alias é por isso que mudaram a frase: And the winner is... (E o vencedor é...) por: And the Oscar goes to... (E o Oscar vai para...).
Assim, o Oscar não é um atestado de excelência, mas sim uma boa indicação do quer ver no próximo fim de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário