quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Adaptações de HQs para o Cinema

As HQs estão invadindo os cinemas. Depois do sucesso de X-Men em 2000, Marvel e DC passaram a investir bastante nos filmes baseados em seus personagens, o que não era muito comum no passado. Parece que descobriram como respeitar os personagens de forma a agradar os fãs dos HQs e o público geral do cinema. Bem, nem todos descobriram isso, mas alguns avanços são evidentes. Mesmo que seja apenas nos efeitos especiais, isso pode colaborar para manter maior fidelidade aos personagens super-humanos dos HQs. Não que só isso seja desculpa para péssimos filmes do passado. Com um bom roteiro e um pouco de criatividade tudo poderia ser bem feito.
Atualmente existem diversos projetos, da Marvel e da DC, para levar muito mais HQs para o cinema. Podemos esperar por: Homem de Ferro, O Incrível Hulk (com Edward Norton!), Batman: O Cavaleiro das Trevas (e um verdadeiro Coringa psicopata, do falecido Heath Ledger), Hellboy 2, Wolverine, Watchmen (medo!). E, ainda em projeto, temos: Capitão Marvel (SHAZAM!!!!), Justiceiro 2, Conan, Y – The Last Man (uma possível trilogia), Thor, Namor e outros.

Considerando apenas nossa atual década, quando o cinema de HQs se renovou, vejamos o que merece ser visto e o que merece ser repudiado (em minha humilde opinião, é claro).

Os 5 Piores Filmes Adaptados de HQs nos anos 2000:

5 - Homem Aranha III (2007) – A franquia caminhava muito bem, mas nesse último filme o excesso de personagens não permitiu aprofundar nada da estória, tornando-o apenas num filme besta de Super-Herói saltitante sem propósito. Só a presença de Venon merecia uma nova trilogia. E o que Gwen Stacy está fazendo aqui? Agora?

4 – Motoqueiro Fantasma (2007) – Um roteiro triste de ruim. Patético! O que são aqueles vilões? Nem mesmo as cenas de ação se salvam. Nicholas Cage e mais um papel vergonhoso para sua carreira.

3 – Elektra (2005) – Sem comentários! Não merecia nem ser citado numa lista de piores. Precisavam apagá-lo de nossa memória.

2 – Demolidor (2003) – Quase tive um ataque epilético vendo esse filme. Quizeram colocar todas as cenas clássicas do herói de mais de 40 anos de estória, descontextualizando tudo que havia de bom no personagem. Isso sem contar Ben Afleck naquele uniforme Sadomasoquista. Existe um roteiro pronto para um bom filme do Demolidor, chama-se: Demolidor: Homem sem Medo, de Frank Miller e John Romita Jr..

1 – Mulher Gato (2004) – Esse eu não consegui ver até o fim. Tudo que pode existir de ruim num filme adaptado de HQ, se encontra nesse. Alias, isso não é adaptação de HQ; isso é uma alucinação psicótica dos envolvidos da produção.

Menção Honrosa para: Batman e Robin (1997), eu disse que comentaria apenas filmes de nossa atual década, mas não é tão simples se esquecer dessa preciosidade. Devemos sempre nos lembrar disso para que nunca mais se repita!

Os Melhores dos anos 2000:

5 – X-Men (2000) – Foi o filme que abriu espaço para todas as atuais adaptações e, exatamante por isso, merece crédito. Não é nada fácil realizar um filme com tantos personagens e, mesmo com seu baixo orçamento, o resultado foi simplesmente bom. Convenhamos que o Ciclope e o Dentes-de-Sabre foram "estuprados" nessa adaptação.

4 – Homem Aranha (2002) – Um belo filme. Apesar do Tobey Maguire, gostei de seu Peter Parker divertido e brincalhão. Acho que o único pecado do filme foi aquela armadura do Duente Verde. Tudo bem que um colante verde e rosa não ficaria nada bem no filme, mas acho que havia outras possibilidades. Mas, a teia orgânica se saiu muito bem no filme.

3 – 300 (2007) – Seguindo a onda do Sin City, procurou ser bastante fiel à HQ. E conseguiu, apesar de criar uma pequena estória paralela inexistente na HQ. Mas de qualquer maneira, um ótimo filme. Diversão garantida.

2 – Sin City (2005) – Isso não é uma adaptação, é quase uma transposição das HQs. A fotografia, as cores, a montagem, o roteiro... Excelente.

1 – Batman: Begins (2005) – Incrível! Um elenco fantástico (Christian Bale, Michael Cane, Gary Oldman, Morgan Freeman...). Esse filme mostra que não é preciso ser extremamente fiel aos HQs para agradar o público, mas um mínimo de respeito com os personagens é necessário. Batman levado a sério (Onde estará o Bat-Card numa hora dessas?).

Curioso que através do Universo de Batman conseguiram criar uma obra prima (Batman: Begins) e um lixo sem categoria (Mulher-Gato).

Nenhum comentário:

Postar um comentário