terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Divórcio X Meio Ambiente

Acabo de ler uma notícia que diz: Estudo comprova que divórcio faz mal ao meio ambiente!
Às vezes, acho que as ciências não têm mais o que fazer.
É sabido que, aqui no Brasil, as pessoas fazem qualquer tipo de pesquisa apenas para conseguir um título de mestre ou doutor, sem se importar com o conhecimento produzido. Essas pessoas são nossos professores e mestres. É assim que surge pesquisas como essa, baseada, muito provavelmente, em questionários impessoais.
Posso parecer antipático ao meio ambiente, mas pensem comigo.
O estudo diz que o divórcio faz mal ao meio ambiente porque aumenta o número de residências, consequentemente, o consumo. Mas, me pergunto, os divorciados não se casam de novo? Se sim, surgiram 2 casas vagas. Se não... bom, não podemos generalizar, alguns podem se casar de novo e outros não. Então o número sempre se equilibra! E o problema está na ausência de um controle de natalidade eficaz.
Penso que esse modismo de defender o meio ambiente já passou dos limites críveis para conseguir argumentos favoráveis e apela para outros problemas sociais.
Talvez Educação de verdade seja o suficiente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário